Cidade de Vassouras

1

Coleção Primavera/Verão - 2009 - Gelsomina - Siena - Itália


.......

150

150

sexta-feira, 29 de outubro de 2010


Bom feriadão para você.
Beijos
Fatinha

quinta-feira, 28 de outubro de 2010


Recebi esse mimo de
meu amigo Carlos.
Adoooooorei!!
Beijos
Fatinha


Fatinha

segunda-feira, 25 de outubro de 2010




Hoje recebi a visita da amiga
e parceira de blog
Gelsomina, que
está passando uns dias no Brasil.
Foi muito bom estar com você.

Bjs
Fatinha

domingo, 24 de outubro de 2010


Fatinha

sábado, 23 de outubro de 2010



quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Recebi do meu querido e amado
sobrinho Rodrigo.
Adoreiiiiiiii!!!!!
Beijos
Fatinha

quinta-feira, 14 de outubro de 2010


Meu coração é um poço de mel
no centro de um jardim encantado,
alimentando beija-flores
que, depois de prová-lo,
transformam-se magicamente
em cavalos brancos alados
que voam para longe,
em direção à estrela Vega.
Levam junto quem me ama,
me levam junto também.
Cascata de champanhe,
Púrpura Rosa do Cairo,
verso de Mário Quintana,
figo maduro, papel crepom,
cão uivando pra lua,
varinha de incenso...
Acesa, aceso,
vasto, vivo,
meu coração
é teu.

Caio Fernando Abreu

Beijos

Fatinha

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Saio pela noite à procura de paz.

Chuva parou...
Meus passos curtos, sem pressa,
pisam nas poças d'água e meus versos
antes presos na garganta, agora caem ao chão...

Por mim, passam pessoas pensantes,
mas nenhuma delas pisa nas minhas palavras
que foram deixadas nas calçadas para as almas penadas.
Meus versos incertos um dia servirão de alento...

Denise Flor©
Beijos
Fatinha

quinta-feira, 7 de outubro de 2010


Apesar do medo
escolho a ousadia.
Ao conforto das algemas, prefiro
a dura liberdade.
Vôo com meu par de asas tortas
sem o tédio da comprovação.

Opto pela loucura, como um grão
de realidade.
Meu ímpeto explode o ponto,
arqueia linhas, traça contornos
para os romper.
Desculpem, mas devo dizer:
eu quero o delírio !!!!

Lya Luft

Beijos

Fatinha

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Tenho tanto sentimento
Que é freqüente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.
Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.
Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

Fernando Pessoa

Beijos

Fatinha

segunda-feira, 4 de outubro de 2010


Me encante da maneira que você quiser, como você souber.

Me encante, para que eu possa me dar.

Me encante nos mínimos detalhes.

Saiba me sorrir, aquele sorriso malicioso e gostoso, inocente e carente.

Me encante com suas mãos, gesticule quando for preciso, me toque, quero correr esse risco.

Me encante com seus olhos, me olhe profundo, mas só por um segundo.

E então, volte a me fitar, tão profundamente, que eu fique perdida sem saber o que falar

Me encante com suas palavras, me fale dos seus sonhos, dos seus prazeres, me conte segredos, sem medos.

E depois me diga o quanto te encantei.

Me encante com serenidade.

Me encante com uma certa calma, não tem pressa, tente entender a minha alma.

Me encante sem subterfúgios, sem cálculos, sem dúvidas, com certeza.

Me encante na calada da madrugada, na luz do sol ou embaixo da chuva.

Mas me encante de verdade, que depois eu te confesso que me apaixonei

e prometo te encantar todos os dias do resto de nossas vidas!

Pablo Neruda

Boa semana!

Beijos

Fatinha


sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Fatinha