Cidade de Vassouras

1

Coleção Primavera/Verão - 2009 - Gelsomina - Siena - Itália


.......

150

150

terça-feira, 31 de agosto de 2010



.
Linda a música!
Vale a pena ouvir.
Bjs
Fatinha

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

"Apaixone-se pelas suas memórias mais deliciosas
Apaixone-se pelo seu projeto de vida
Apaixone-se pela dança da vida
Apaixone-se pela idéia de ser verdadeiramente feliz
Apaixone-se pela música que você pode ser para alguém.

Apaixone-se e não tenha medo.

Afinal, tem coisa melhor que apaixonar-se?”

(Deconheço autor)

Beijos

Fatinha


sexta-feira, 27 de agosto de 2010

"Que os sonhos faça-nos realizar
o que a realidade não nos permite sonhar."
Boa noite!!

Beijo grande...
Fatinha

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Madre Teresa de Calcutá
Completaria hoje (26/08/2010)
100 anos


Nascida em Skopje (Macedônia) em 26 de agosto de 1910, Madre Teresa,
cujo nome era Agnes Gonxha Bojaxhiu,
chegou como freira à Índia em 1929
e obteve a nacionalidade indiana em 1951.

Depois de uma vida dedicada aos pobres, enfermos
e desabrigados dos bairros pobres de Calcutá a partir de 1948,
Madre Teresa recebeu o prêmio Nobel da Paz em 1979.
Ela faleceu em 1997 e foi beatificada por João Paulo II em 2003.
.
"Se você der ao mundo e aos outros o melhor de si mesmo, você corre o risco de se machucar. Dê o que você tem de melhor, mesmo assim."
(Frase de Madre Teresa de Calcutá)
Beijos
Fatinha

quarta-feira, 25 de agosto de 2010


Chegou a hora!
Nesta próxima sexta-feira, dia 27 de agosto,
“5x Favela, Agora por nós mesmos”,
finalmente estreia nas telonas!

.
Vamos conferir.
Bjs
Fatinha

terça-feira, 24 de agosto de 2010


.
Esse é para quem gosta de
Chico Buarque, como eu.
Bjs
Fatinha



Se apaixonar pela pessoa certa e ser correspondida.
Receber e-mail de alguém que você gosta
e que não manda nunca.
Deitar na cama e escutar a chuva cair.
Pegar aquela chuva de verão
e dar um beijo na chuva.
Um milkshake de morango.
Uma ligação de alguém que está distante,
que você está esperando há muito tempo...
Uma boa conversa.
Rir sem motivo nenhum.
Ter alguém pra dizer
o quanto você e linda.
Rir de algo que acabou de lembrar.
Amigos.
Ter alguém mexendo no seu cabelo.
Sonhar com coisas boas.
Realizar um sonho antigo.
Segurar na mão de alguém que você realmente gosta.
Olhar o nascer do sol com alguém realmente especial.
"Muitas pessoas pensam que a felicidade
somente será possível
depois de alcançar algo,
mas a verdade é que deixar
para ser feliz amanhã
é uma forma de ser infeliz."
(Roberto Shinyashiki)

Beijoss
Fatinha


A alma é uma coleção de belos quadros adormecidos,

os seus rostos envolvidos pela sombra.

Sua beleza é triste e nostálgica porque, sendo moradores da alma, sonhos, eles não existem do lado de fora.

Vez por outra, entretanto, defrontamo-nos com um rosto (ou será apenas uma voz, ou uma maneira de olhar, ou um jeito da mão...) que, sem razões, faz a bela cena acordar.

E somos possuídos pela certeza de que este rosto que os olhos contemplam é o mesmo que, no quadro, está escondido pela sombra.

O corpo estremece. Está apaixonado.
Acontece, entretanto, que não existe coisa alguma que seja do tamanho do nosso amor.

A nossa fome de beleza é grande demais.(...)

Cedo ou tarde descobrirá que o rosto não é aquele.

E a bela cena retornará à sua condição de sonho impossível da alma.

E só restará a ela alimentar-se da nostalgia que rosto algum poderá satisfazer...

Rubem Alves

Bom fim desemana.

Beijos

Fatinha





.
Somos todos um.
Vale a pena ver o vídeo.
Boa semana para você.
Bjs
Fatinha

Mostra multimídia em São Paulo celebra Fernando Pessoa e heterônimos

A partir de 24 de Agosto



Considerado um dos maiores poetas do século 20, o português Fernando Pessoa (1888-1935)

é tema de mostra que abre nesta terça-feira (24), no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

"Fernando Pessoa, Plural Como o Universo" traz textos, imagens e vídeos sobre os 47

anos da vida do autor, além de algumas raridades, como a primeira edição do livro

"Mensagem", único publicado por ele, e os dois números da revista "Orpheu", um marco do modernismo em Portugal.

Durante o percurso, o visitante entrará em contato com os versos de alguns de seus heterônimos, como Alberto Caeiro, o “poeta da natureza”; Ricardo Reis, médico e discípulo de Caeiro; Álvaro de Campos, um engenheiro de educação inglesa e origem portuguesa; Bernardo Soares, autor do "Livro do Desassossego"; e de Pessoa,

“Ele - mesmo”, considerado pelo próprio um ortônimo, em tom de ironia. Estarão expostos também poemas de heterônimos menos conhecidos e de algumas de suas personalidades literárias, como o Barão de Teive, o prosador suicida.


http://entretenimento.uol.com.br/album/fernandopessoa_museulingua_sp2010_album.jhtm

.

Uma boa dica para a semana.

Vale a pena conferir.

Bjs

Fatinha